Artigos

A saga de um escravo viking

A saga de um escravo viking


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A saga de um escravo viking

Por Jan Fridegård, traduzido por Robert E. Bjork

Arizona Center for Medieval and Renaissance Studies, 2007
ISBN: 978-0-86698-375-4
Série de publicações ocasionais ACMRS, Volume 4

A saga de um escravo viking é uma trilogia de romances do famoso autor sueco Jan Fridegård: Terra dos Deuses de Madeira (Trägudars pousam, 1940), Gente da Aurora (Gryningsfolket, 1944), e Fumaça sacrificial (Offerrök, 1949).

Descrição: O romântico e poderoso guerreiro viking é o tema favorito de romancistas, cineastas e historiadores. Mas ele não é o herói de Terra dos Deuses de Madeira. Seu servo é. Jan Fridegård (1897-1968) recria o período Viking de uma nova perspectiva, trazendo à vida não apenas uma cultura de guerra, mas também as instituições que a apoiavam, especialmente a escravidão e a religião do medo. Publicado originalmente na Suécia em 1940, Terra dos Deuses de Madeira é o primeiro volume de uma trilogia de romances que os escandinavos consideram um dos maiores e mais precisos todos os escritos sobre os vikings. Por capturar sua franqueza e força emocional em inglês, Robert E. Bjork ganhou o Prêmio de Tradução de 1987 da American-Scandinavian Foundation.

Um escravo chamado Holme é o protagonista de Terra dos Deuses de Madeira, que se concentra na população escrava da Suécia no século IX, quando o país estava à beira da cristianização. O romance começa com o abandono de um bebê escravo, condenado à floresta infestada de lobos por um chefe viking perturbado pela agitação dos escravos. A ação seguinte mostra Holme, o pai, agindo como um escravo nunca antes. Fridegård, um mestre em criar atmosfera, define o cenário para seu trabalho monumental: uma aldeia Viking, com seus salões de toras, estábulo e chiqueiro; famílias rivais e sacrifícios humanos; navios dragão de vela larga; e um porto de piratas.

A história continua nas duas sequências Gente da Aurora eFumaça sacrificial, que também estão incluídos neste volume.

Resenha de John Kennedy em Estudos Escandinavos: “A tradução de Björk parece ser uma versão muito precisa do sueco de Fridegård. Lê-se extremamente bem e o leitor não tem a sensação de ser confrontado com uma tradução. Ao contrário das sagas, a obra é repleta de descrições vívidas e às vezes belas, frequentemente da natureza. O diálogo, muitas vezes tão memorável nas sagas, está quase completamente ausente, mas um autor onisciente é capaz de ver claramente na mente de todos os seus personagens. ”


Assista o vídeo: OS VIKINGS DE RAGNAR LODBROK - Total War Thrones of Britannia #01 Série Gameplay Português PT-BR (Pode 2022).