Artigos

O corno, sua esposa e seu amante: um estudo de infidelidade no Cent nouvelles nouvelles, no decameron e no livro de buen amor

O corno, sua esposa e seu amante: um estudo de infidelidade no Cent nouvelles nouvelles, no decameron e no livro de buen amor



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O corno, sua esposa e seu amante: um estudo de infidelidade noCent nouvelles nouvelles, a Decameron, e as Livro de buen amor

Por Sandra Bialystok

Dissertação de PhD, University of Toronto (2008)

Resumo: Esta dissertação compara representações de mulheres em triângulos eróticos. Afirmo que, apesar da estabilidade implícita na forma triangular, o triângulo erótico pode ser feito instável através da linguagem das mulheres.

O primeiro capítulo examina os escritos medievais e contemporâneos sobre uma relação essencial no triângulo: a amizade entre o marido e o amante. Amicitia, amizades castas entre homens, tinham suas raízes na filosofia grega e latina, e recentemente essas relações têm sido investigadas segundo o desejo mimético (Girard) ou o desejo homossocial (Sedgwick). Tanto nas configurações medievais quanto nas modernas, esses relacionamentos são geralmente baseados na troca de mulheres. Claude Lévi-Strauss, Gayle Rubin e Luce Irigaray fornecem explorações antropológicas e literárias do modelo econômico onde os homens trocam mulheres para fortalecer seu vínculo homossocial.

Nos três textos, as mulheres usam técnicas linguísticas para desestabilizar o triângulo erótico. Uma é a ironia: frequentemente, um personagem não entende uma afirmação irônica e é excluído do relacionamento entre os outros dois participantes. Uma segunda é a implicatura pragmática, que também é usada para fins de exclusão. Outras mulheres adotam terminologia econômica para negociar com seus maridos ou amantes o controle de seus corpos. Por meio desses dispositivos linguísticos, as mulheres falam exclusivamente com outro membro do triângulo, minando assim as amizades masculinas e negando que seus corpos sejam usados ​​como objetos de troca.

Embora suas estratégias nem sempre sejam bem-sucedidas e algumas mulheres continuem sendo objetos de troca, vemos que os triângulos eróticos podem ser desestabilizados. Além disso, contrariando a teoria antropológica prevalecente, certas mulheres têm consciência de sua posição como mercadoria. A partir dessa percepção, uma nova perspectiva sobre a sexualidade é exposta. A relação masculina anteriormente forte, construída sobre ideais clássicos e baseada na igualdade, se desfaz quando a virilidade de um homem é confrontada com a de seu rival. Às vezes, mesmo, o relacionamento masculino supostamente casto revela tons eróticos. A sexualidade feminina também é transformada quando certas mulheres provam ser sujeitos desejantes, capazes de manipular o sistema de troca.

No final, noções institucionalizadas de amizades masculinas castas e mulheres como objetos de troca são interrompidas, às vezes até mesmo prejudicadas, por mulheres capazes que determinam quem deve ter acesso a seus corpos.


Assista o vídeo: Marido pega sua esposa com amante. Veja no que deu. (Agosto 2022).