Artigos

A Revolta de Madog ap Llywelyn, 1294-5

A Revolta de Madog ap Llywelyn, 1294-5


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A Revolta de Madog ap Llywelyn, 1294-5

Por John Griffiths

Transações da Sociedade Histórica de Caernarfonshire, Vol. 16 (1955)

Introdução: O estado do sentimento político no País de Gales após a morte de Llywelyn, o último Príncipe, e depois a derrota de seu irmão David em 1283, é ilustrado pelo fato de que, no final da primeira década da nova administração, Eduardo I foi confrontado com rebelião em grande escala. Era de se esperar que o orgulho nacional se manifestasse dessa maneira, pois durante esses primeiros anos do novo regime deve ter havido em todo o país uma profunda consciência da perda da tão acalentada independência que havia sido zelosamente guardada no passado.

Em muitos lugares, sem dúvida, um ressentimento latente e uma sensação de vergonha ajudaram a espalhar o fermento de inquietação e insatisfação entre a população nativa. A introdução de novas formas e procedimentos legais após a promulgação do Estatuto de Rhuddlan em 1284, a presença de novos funcionários modelados no padrão inglês e, mais especialmente no norte, as tocas recentemente fundadas como Conway e Caernarvon com seus castelos maciços em curso de ereção, sujeição simbolizada e só serviu para agravar os sentimentos nacionais mais do que nunca.

Os galeses provavelmente se reuniam em lugares remotos e isolados nas montanhas para meditar sobre seus infortúnios e considerar as chances de repelir o invasor inglês caso uma oportunidade favorável se apresentasse. Deve ter havido muitos patriotas corajosos, duros e resolutos, experientes em batalha, que sentiram que preferiam recuperar sua antiga liberdade ou morrer em uma tentativa galante de restaurar seu antigo status independente.



Comentários:

  1. Meztijora

    Sim.....

  2. Mohammad

    Parabéns, seu pensamento é ótimo

  3. Nemesio

    Post interessante, obrigado. Também secundária para mim pessoalmente é a pergunta “haverá uma continuação? :)

  4. Malami

    Você não está certo. Eu posso provar. Envie -me um email para PM, discutiremos.



Escreve uma mensagem