Artigos

Greene DD- 266 - História

Greene DD- 266 - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Greene

Samuel Dana Greene, nascido em 11 de fevereiro de 1839 em Cumberland, Maryland, foi nomeado aspirante em exercício em 21 de setembro de 1855. Ele foi oficial executivo do Monitor durante sua batalha clássica com o blindado C.S.S. Virgínia em 9 de março de 1862 e assumiu o comando depois que o capitão Worden foi ferido. Ele também foi diretor executivo da Monitor nos combates em James River, VA., De abril a maio de 1862, e quando ela afundou em um vendaval. O Comandante Greene morreu em 11 de dezembro de 1884 em Portsmouth, N.H., e foi enterrado em Bristol, R.I.

(DD-266: dp. 1.215; 1. 314'41 / 2; b. 30'111 / 2 ''; dr. 9'4 "; s. 34,12 k .; cpl. 122; a. 4 4", 1 3 ", 12 21" tt .; cl. Clemeon.)

Greene (DD-266) foi lançado em 2 de novembro de 1918 pela Bethlehem Shipbuilding Corp., Quincy, Massachusetts, patrocinado pela Sra. John Stevens Conover, a filha do homônimo, e encomendado em 9 de maio de 1919, Comdr. R. A. Theobald no comando.

Greene partiu de Newport em 5 de junho de 1919 para Brest via Plymouth, Inglaterra, e retornou a Nova York em 27 de julho. Em andamento novamente em 18 de agosto, ela pousou em San Diego, Califórnia, em 22 de dezembro e descomissionou lá em março de 1920. Permanecendo na Força de Destroyer de Reserva até 10 de setembro de 1921, ela partiu de San Diego naquela data para o Puget Sound Navy Yard. Greene retornou logo em seguida a São Francisco, chegando em 2 de dezembro de 1921, e foi desativado lá em 17 de junho de 1922.

Recomissionado em 28 de junho de 1940 em San Diego, Greene foi rebocado para San Francisco e foi redesignado como AVD-13 em 6 de abril de 1941 após a conversão. Ela navegou em 27 de abril para o Caribe e conduziu treinamento e administrou hidroaviões ao largo de Porto Rico e Bermudas.

Uma semana após o ataque japonês, Pearl Harbor Greene partiu para o Brasil. Até o verão de 1942 ela serviu como licitante de hidroaviões em Natal com uma escala no Rio de Janeiro para reparos em fevereiro de 1942. Ela voltou a Charleston em 18 de julho de 1942. Ela escoltou um comboio de Norfolk para as Bermudas e operou no Atlântico Sul para o próximo 6 meses como escolta de comboio, fazendo duas viagens ao Rio de Janeiro. De volta a Norfolk, em 26 de fevereiro de 1943, ela partiu para Argentia, Newfoundland, para operar com o Bogue, um dos novos porta-aviões de escolta projetados para caçar submarinos alemães no Atlântico Norte. Ambos os navios de guerra partiram em 23 de abril para escoltar um comboio até Londonderry, Irlanda, e fizeram a passagem para o leste sem incidentes. No trecho de retorno da viagem, no entanto, um dos primeiros grandes confrontos entre aeronaves baseadas em porta-aviões e submarinos tentando um encontro para um ataque em massa ocorreu de 21 a 22 de maio, quando os aviões de Bogue fizeram seis ataques a submarinos e afundaram o U-569 em 5- 40 N., 35-21 W. Vinte e quatro alemães foram capturados.

, Durante uma segunda patrulha anti-submarina de 31 de maio a 20 de junho de 1943, Bogue e seus acompanhantes, incluindo Greene, compartilharam sucessos repetidos ao afundar o U-217 em 5 de junho em 30-18 N., 4 ~ 50 W. e U-118 em 30 49 N., 33 49 W. uma semana depois. Por essas duas operações anti-submarino bem-sucedidas, Greene recebeu a Menção Presidencial de Unidade. O grupo Bogue foi o primeiro de uma série de unidades de caçadores-assassinos que significariam a condenação da ameaça submarina alemã.

Posteriormente, até o outono de 1943, Greene escoltou um comboio de tropas rápido de Norfolk ao Reino Unido e retornou, operando ao largo das Bermudas. Em 5 de outubro, ele embarcou como escolta de porta-aviões para Core na companhia de Belknap e Goldsborough. Em 20 de outubro, o grupo afundou o U-78 em 47-40 N., 28-27 W.

Greene voltou a Charleston em 19 de janeiro de 1944 para conversão em transporte de alta velocidade e foi designada APD-36 em 1 de fevereiro de 1944. Após um treinamento intensivo, ela se destacou em 12 de abril por Oran, na Argélia, para participar da Operação Dragão - a invasão do sul da França. Em 14 de agosto, quando ela deixou a área de preparação em Propriano, Córsega, e desembarcou tropas americanas e canadenses nas ilhas Levante e Port Cros, na costa da França entre Toulon e Cannes. As tropas de Greene foram designadas para a missão de capturar as ilhas estratégicas e silenciar baterias costeiras de longo alcance que se pensava estarem instaladas lá. Naquele dia, as ilhas foram protegidas - muitas das "armas" alemãs revelaram-se canos de fogão e o palco estava montado para o ataque do dia D de 15 de agosto ao continente.

Com suas tarefas cumpridas, Greene serviu como escolta no Mediterrâneo até partir de Oran em 6 de dezembro de 1944 para Norfolk, onde permaneceu em 21 de dezembro. Em andamento mais uma vez em 29 de janeiro de 1945, o navio de guerra de longo alcance navegou via Panamá para chegar a Ulithi em 31 de março e iniciou as tarefas de escolta. Durante o mês de abril, ela escoltou quatro carregadores até Okinawa enquanto a batalha pela ilha se travava. Ela voltou a Guam para encontrar outro comboio de Okinawall e ficou em um piquete anti-submarino ao largo de Okinawa. Até o outono de 1945, Greene continuou as tarefas de escolta entre Okinawa, Saipan e as Filipinas. No final da guerra, ela evacuou ex-prisioneiros de guerra de Nagasaki após aquele porto ter sido arrasado pela segunda bomba atômica lançada sobre o Japão, e ancorou em Okinawa em 24 de setembro.

A longa carreira dinâmica de Greene terminou de maneira dramática. Durante o famoso tufão de 9 de outubro de 1945 em Okinawa, ventos superiores a 100 nós a levaram a encalhar na costa noroeste de Kutaka. Danificado além do reparo econômico, todo o material útil foi recuperado. Ela descomissionou em 23 de novembro de 1945. Greene foi excluído da Lista da Marinha em 5 de dezembro de 1945.

Greene recebeu três estrelas de batalha e a Menção de Unidade Presidencial pelo serviço prestado na Segunda Guerra Mundial.


Greene DD- 266 - História

O USS Greene, um contratorpedeiro da classe Clemson de 1215 toneladas, foi construído em Squantum, Massachusetts. Encomendado em maio de 1919, ela fez um cruzeiro para a França e a Inglaterra em junho e julho, antes de se transferir para o Pacífico no final do ano. Na reserva de março de 1920 até setembro de 1921, ela então esteve brevemente em atividade ao longo da costa oeste, mas foi desativada em junho de 1922 e permaneceu nesse status pelos próximos dezoito anos.

Com a ameaça de crise da Segunda Guerra Mundial, Greene foi recomissionado em junho de 1940, foi convertido em uma licitação de hidroaviões e redesignado AVD-13. Ela foi para a área do Atlântico em abril de 1941, apoiando hidroaviões no Caribe e fora do Brasil até meados de 1942. Greene operou como escolta de comboio desde então até o final de 1943, também se juntando aos transportadores de escolta Bogue (CVE-9) e Core (CVE-13) em operações de caçadores-assassinos anti-submarinos durante o último ano. Seus cruzeiros com Bogue em abril-junho de 1943 resultaram no naufrágio de três submarinos alemães e rendeu a Greene uma Menção de Unidade Presidencial.

Greene voltou ao casco número DD-266 de dezembro de 1943 a fevereiro de 1944. Ele foi modificado para o futuro serviço como transporte de alta velocidade durante o início de 1944 e foi redesignado como APD-36 para essa função. Em abril de 1944, Greene cruzou o Atlântico em direção ao Mediterrâneo, onde participou da invasão do sul da França em agosto. As tarefas subsequentes de escolta no Mediterrâneo a mantiveram ocupada até dezembro de 1944, quando retornou aos EUA para transferência para o Pacífico.

Chegando ao Pacífico Ocidental em março de 1945, Greene realizou escolta e outras tarefas anti-submarinas durante a operação de Okinawa e até a capitulação japonesa em agosto. Em setembro, ela evacuou ex-prisioneiros de guerra do Japão. Um tufão o soprou em terra em Okinawa em 9 de outubro de 1945. O velho navio não valia a pena consertar e o USS Greene foi desativado em novembro. Seu casco foi destruído em fevereiro de 1946.

Esta página apresenta todas as nossas opiniões sobre USS Greene.

Se desejar reproduções de resolução mais alta do que as imagens digitais apresentadas aqui, consulte: & quotComo obter reproduções fotográficas. & Quot

Clique na pequena fotografia para obter uma visão ampliada da mesma imagem.

Fotografia do Centro Histórico Naval dos EUA.

Imagem online: 68 KB 740 x 505 pixels

Em Mers-el-Kebir, Argélia, no final de 1944. Os APDs presentes, no centro, são:
USS Greene (APD-36) - mais próximo da câmera
USS Osmond Ingram (APD-35) - próximo a bordo
USS Barry (APD-29)
USS Roper (APD-20) e
USS Tattnall (APD-19).
Na extrema direita está USS Hilary P. Jones (DD-427).
Esta fotografia foi datada de janeiro de 1945, mas foi tirada pelo menos um mês antes.
Observe o antigo forte ao fundo.

Fotografia oficial da Marinha dos Estados Unidos, agora nas coleções dos Arquivos Nacionais.

Imagem online: 132 KB 740 x 530 pixels

As reproduções desta imagem também podem estar disponíveis através do sistema de reprodução fotográfica do Arquivo Nacional.

As seguintes imagens foram tiradas durante a construção do USS Greene:

Victory Destroyer Plant, Bethlehem Shipbuilding Corporation, Squantum, Massachusetts

Vista da doca aberta, com contratorpedeiros equipando-se, incluindo USS Shubrick (DD-268, construtor # 348), Ballard (DD-267, construtor # 347) e (provavelmente) Greene (DD-266, construtor # 346).
Observe o mastro do contratorpedeiro, com o ninho de corvo, no cais à esquerda.
Fotografado entre 27 de abril e 3 de maio de 1919 por Monks & Johnson, Boston, Massachusetts.

Fotografia do Centro Histórico Naval dos EUA.

Imagem online: 117 KB 740 x 625 pixels

Victory Destroyer Plant, Bethlehem Shipbuilding Corporation, Squantum, Massachusetts

Interior das cunhas molhadas, com USS Bailey (DD-269, casco do construtor # 349) encaixando no centro. O casco menos avançado à direita pode ser USS Morris (DD-271). Dos navios representados no gráfico de progresso do & quot termômetro & quot à esquerda, Hulls 346-348 - Greene (DD-266), Ballard (DD-267) e Shubrick (DD-268) - estavam concluindo ao ar livre neste momento e o Hull 345, USS Edwards (DD-265), foi comissionado em 24 de abril.
Fotografado entre 27 de abril e 3 de maio de 1919 por Monks & Johnson, Boston, Massachusetts.

Fotografia do Centro Histórico Naval dos EUA.

Imagem online: 172 KB 740 x 615 pixels

Além das imagens apresentadas acima, o Arquivo Nacional parece conter outras vistas de USS Greene, tiradas em 1942-43, quando foi designada AVD-13. A lista a seguir apresenta algumas dessas imagens:

As imagens listadas abaixo NÃO fazem parte do acervo do Centro Histórico Naval.
NÃO tente obtê-los usando os procedimentos descritos em nossa página & quotComo obter reproduções fotográficas & quot.

As reproduções dessas imagens deverão estar disponíveis no sistema de reprodução fotográfica do Arquivo Nacional para fotos não detidas pelo Centro Histórico Naval.


DD-266 Greene

Greene (DD-266) foi lançado em 2 de novembro de 1918 pela Bethlehem Shipbuilding Corp., Quincy, Massachusetts, patrocinado pela Sra. John Stevens Conover, filha do homônimo, e encomendado em 9 de maio de 1919, Comdr. R. A. Theobald no comando.

Greene partiu de Newport em 5 de junho de 1919 para Brest via Plymouth, Inglaterra, e retornou a Nova York em 27 de julho. Em andamento novamente em 18 de agosto, ela pousou em San Diego, Califórnia, em 22 de dezembro e descomissionou lá em março de 1920. Permanecendo na Força de Destroyer de Reserva até 10 de setembro de 1921, ela partiu de San Diego naquela data para o Puget Sound Navy Yard. Greene retornou logo em seguida a São Francisco, chegando em 2 de dezembro de 1921, e foi desativado lá em 17 de junho de 1922.

Recomissionado em 28 de junho de 1940 em San Diego, Greene foi rebocado para San Francisco e foi redesignado como AVD-13 em 6 de abril de 1941 após a conversão. Ela navegou em 27 de abril para o Caribe e conduziu treinamento e administrou hidroaviões ao largo de Porto Rico e Bermudas.

Uma semana após o ataque japonês, Pearl Harbor Greene partiu para o Brasil. Até o verão de 1942 ela serviu como licitante de hidroaviões em Natal com uma escala no Rio de Janeiro para reparos em fevereiro de 1942. Ela voltou a Charleston em 18 de julho de 1942. Ela escoltou um comboio de Norfolk para Bermuda e operou no Atlântico Sul para o próximo 6 meses como escolta de comboio, fazendo duas viagens ao Rio de Janeiro. De volta a Norfolk, em 26 de fevereiro de 1943, ela partiu para Argentia, Newfoundland, para operar com o Bogue, um dos novos porta-aviões de escolta projetados para caçar submarinos alemães no Atlântico Norte. Ambos os navios de guerra partiram em 23 de abril para escoltar um comboio até Londonderry, Irlanda, e fizeram a passagem para o leste sem incidentes. No trecho de retorno da viagem, no entanto, um dos primeiros grandes confrontos entre aeronaves baseadas em porta-aviões e submarinos tentando um encontro para um ataque em massa ocorreu de 21 a 22 de maio, quando os aviões de Bogue fizeram seis ataques a submarinos e afundaram o U-569 em 50 40 N., 35 21 W. Vinte e quatro alemães foram capturados.

Durante uma segunda patrulha anti-submarina de 31 de maio a 20 de junho de 1943, Bogue e seus acompanhantes, incluindo Greene, compartilharam sucessos repetidos ao afundar o U-217 em 5 de junho em 30-18 N., 42-50 W., e U-118 em 30 49 N ., 33 49 W. uma semana depois. Por essas duas operações anti-submarino bem-sucedidas, Greene recebeu a Menção Presidencial de Unidade. O grupo Bogue foi o primeiro de uma série de unidades de caçadores-assassinos que significariam a condenação da ameaça submarina alemã.

Posteriormente, até o outono de 1943, Greene escoltou um comboio de tropas rápido de Norfolk ao Reino Unido e retornou, operando ao largo das Bermudas. Em 5 de outubro, ele embarcou como escolta de porta-aviões para Core na companhia de Belknap e Goldsborough. Em 20 de outubro, o grupo afundou o U-378 em 47-40 N., 28-27 W. Greene retornou a Charleston em 19 de janeiro de 1944 para a conversão para transporte de alta velocidade e foi designado APD-36 em 1 de fevereiro de 1944. Após um treinamento intensivo, ela se levantou em 12 de abril para Oran, na Argélia, para participar da Operação Dragão, a invasão do sul da França. Em 14 de agosto, quando ela deixou a área de preparação em Propriano, Córsega, e desembarcou tropas americanas e canadenses nas ilhas Levante e Port Cros, na costa da França entre Toulon e Cannes. As tropas de Greene foram designadas para a missão de capturar as ilhas estratégicas e silenciar baterias costeiras de longo alcance que se pensava estarem instaladas lá. Naquele dia, as ilhas estavam seguras, muitas das "armas" alemãs revelaram-se canos de fogão e o palco estava montado para o ataque do dia D de 15 de agosto ao continente.

Com suas tarefas cumpridas, Greene serviu como escolta no Mediterrâneo até partir de Oran em 6 de dezembro de 1944 para Norfolk, onde permaneceu em 21 de dezembro. Em andamento mais uma vez em 29 de janeiro de 1945, o navio de guerra de longo alcance navegou via Panamá para chegar a Ulithi em 31 de março e iniciou as tarefas de escolta. Durante o mês de abril, ela escoltou quatro carregadores até Okinawa enquanto a batalha pela ilha se travava. Ela voltou a Guam para encontrar outro comboio de Okinawa e ficou em um piquete anti-submarino ao largo de Okinawa. Até o outono de 1945, Greene continuou as tarefas de escolta entre Okinawa, Saipan e as Filipinas. No final da guerra, ela evacuou ex-prisioneiros de guerra de Nagasaki após aquele porto ter sido arrasado pela segunda bomba atômica lançada sobre o Japão, e ancorou em Okinawa em 24 de setembro.

A longa carreira dinâmica de Greene terminou de maneira dramática. Durante o famoso tufão de 9 de outubro de 1945 em Okinawa, ventos superiores a 100 nós a levaram a encalhar na costa noroeste de Kutaka. Danificado além do reparo econômico, todo o material útil foi recuperado. Ela descomissionou em 23 de novembro de 1945. Greene foi excluído da Lista da Marinha em 5 de dezembro de 1945.

Greene recebeu três estrelas de batalha e a Menção de Unidade Presidencial pelo serviço prestado na Segunda Guerra Mundial.


Conteúdo

No final da década de 1980, a IBM construiu DRAMs usando o recurso de clock de borda dupla e apresentou seus resultados na Convenção Internacional de Circuitos de Estado Sólido em 1990. [6] [7]

A Samsung demonstrou o primeiro protótipo de memória DDR em 1997, [1] e lançou o primeiro chip DDR SDRAM comercial (64 Mb) em junho de 1998, [8] [2] [3] seguido logo depois pela Hyundai Electronics (agora SK Hynix), o mesmo ano. [9] O desenvolvimento do DDR começou em 1996, antes de sua especificação ser finalizada pelo JEDEC em junho de 2000 (JESD79). [10] JEDEC estabeleceu padrões para taxas de dados de DDR SDRAM, dividido em duas partes. A primeira especificação é para chips de memória e a segunda é para módulos de memória. A primeira placa-mãe de PC de varejo usando DDR SDRAM foi lançada em agosto de 2000. [11]

Modules Edit

Para aumentar a capacidade de memória e largura de banda, os chips são combinados em um módulo. Por exemplo, o barramento de dados de 64 bits para DIMM requer oito chips de 8 bits, endereçados em paralelo. Vários chips com as linhas de endereço comuns são chamados de classificação de memória. O termo foi introduzido para evitar confusão com o chip interno filas e bancos. Um módulo de memória pode ter mais de uma classificação. O termo lados também seria confuso porque sugere incorretamente a colocação física de chips no módulo. Todas as classificações estão conectadas ao mesmo barramento de memória (endereço + dados). O sinal de seleção de chip é usado para emitir comandos para classificação específica.

Adicionar módulos ao barramento de memória único cria carga elétrica adicional em seus drivers. Para mitigar a queda da taxa de sinalização de barramento resultante e superar o gargalo de memória, novos chipsets empregam a arquitetura multicanal.

Comparação de padrões DDR SDRAM
Nome Lasca Ônibus Horários Tensão (V)
Padrão Modelo Módulo Taxa de clock (MHz) Tempo de ciclo (ns) [12] Taxa de clock (MHz) Taxa de transferência (MT / s) Largura de banda (MB / s) CL-TRCD-TRP Latência CAS (ns)
DDR-200 PC-1600 100 10 100 200 1600 2.5±0.2
DDR-266 PC-2100 133⅓ 7.5 133⅓ 266.67 2133⅓ 2.5-3-3
DDR-333 PC-2700 166⅔ 6 166⅔ 333⅓ 2666⅔ 2.5
DDR-400 UMA PC-3200 200 5 200 400 3200 2.5-3-3 3 2.6±0.1
B 3-3-3 2.5
C 3-4-4 2

Observação: Todos os itens listados acima são especificados pela JEDEC como JESD79F. [13] Todas as taxas de dados de RAM entre ou acima dessas especificações listadas não são padronizadas pelo JEDEC - frequentemente são simplesmente otimizações do fabricante usando uma tolerância mais restrita ou chips com excesso de volume. Os tamanhos de embalagem em que o DDR SDRAM é fabricado também são padronizados pela JEDEC.

Não há diferença arquitetônica entre os módulos DDR SDRAM. Em vez disso, os módulos são projetados para funcionar em frequências de clock diferentes: por exemplo, um módulo PC-1600 é projetado para funcionar a 100 MHz e um PC-2100 é projetado para funcionar a 133 MHz. A velocidade do clock de um módulo designa a taxa de dados em que é garantido o desempenho, portanto, é garantido que ele seja executado em um nível inferior (underclocking) e possivelmente pode ser executado em um nível superior (overclocking) taxas de clock diferentes daquelas para as quais foi feito. [14]

Módulos DDR SDRAM para computadores desktop, módulos de memória dual in-line (DIMMs), têm 184 pinos (em oposição a 168 pinos em SDRAM ou 240 pinos em DDR2 SDRAM) e podem ser diferenciados de SDRAM DIMMs pelo número de entalhes ( DDR SDRAM tem um, SDRAM tem dois). DDR SDRAM para notebooks, SO-DIMMs, tem 200 pinos, que é o mesmo número de pinos que DDR2 SO-DIMMs. Essas duas especificações são marcadas de forma muito semelhante e deve-se tomar cuidado durante a inserção se não tiver certeza de uma correspondência correta. A maioria das SDRAM DDR opera a uma tensão de 2,5 V, em comparação com 3,3 V da SDRAM. Isso pode reduzir significativamente o consumo de energia. Os chips e módulos com padrão DDR-400 / PC-3200 têm uma tensão nominal de 2,6 V.

O padrão JEDEC nº 21 – C define três tensões operacionais possíveis para DDR de 184 pinos, conforme identificado pela posição do entalhe da chave em relação à linha central. A página 4.5.10-7 define 2,5 V (esquerda), 1,8 V (centro), TBD (direita), enquanto a página 4.20.5–40 indica 3,3 V para a posição de entalhe direita. A orientação do módulo para determinar a posição do entalhe da chave é com 52 posições de contato à esquerda e 40 posições de contato à direita.

Aumentar ligeiramente a tensão de operação pode aumentar a velocidade máxima, ao custo de maior dissipação de energia e aquecimento, e ao risco de mau funcionamento ou danos.

Capacidade Número de dispositivos DRAM O número de chips é um múltiplo de 8 para módulos não-ECC e um múltiplo de 9 para módulos ECC. Os chips podem ocupar um lado (De um lado) ou ambos os lados (dupla face) do módulo. O número máximo de chips por módulo DDR é 36 (9 × 4) para ECC e 32 (8x4) para não-ECC. Módulos ECC vs não-ECC que possuem código de correção de erros são rotulados como ECC. Módulos sem código de correção de erros são rotulados não-ECC. Tempo de latência CAS (CL), tempo de ciclo do relógio (tCK), tempo de ciclo da linha (tRC), tempo de ciclo de atualização da linha (tRFC), tempo ativo da linha (tRAS) Buffering registrado (ou buffer) vs sem buffer. Embalagem Normalmente DIMM ou SO-DIMM. Consumo de energia Um teste com DDR e DDR2 RAM em 2005 descobriu que o consumo médio de energia parecia ser da ordem de 1–3 W por módulo de 512 MB, o que aumenta com o clock e quando em uso, em vez de inativo. [15] Um fabricante produziu calculadoras para estimar a potência usada por vários tipos de RAM. [16]

As características do módulo e do chip estão inerentemente vinculadas.

A capacidade total do módulo é um produto da capacidade de um chip e do número de chips. Os módulos ECC multiplicam por 8/9 porque usam 1 bit por byte (8 bits) para correção de erros. Um módulo de qualquer tamanho específico pode, portanto, ser montado a partir de 32 chips pequenos (36 para memória ECC) ou 16 (18) ou 8 (9) chips maiores.

A largura do barramento de memória DDR por canal é de 64 bits (72 para memória ECC). A largura total de bits do módulo é um produto de bits por chip e número de chips. Também é igual ao número de classificações (linhas) multiplicado pela largura do barramento de memória DDR. Conseqüentemente, um módulo com um número maior de chips ou usando × 8 chips em vez de × 4 terá mais classificações.

Exemplo: Variações de 1 GB PC2100 registrado módulo DDR SDRAM com ECC
Tamanho do módulo (GB) Número de fichas Tamanho do chip (Mbit) Organização de chips Número de classificações
1 36 256 64M × 4 2
1 18 512 64M × 8 2
1 18 512 128M × 4 1

Este exemplo compara diferentes módulos de memória de servidor do mundo real com um tamanho comum de 1 GB. Definitivamente, deve-se ter cuidado ao comprar módulos de memória de 1 GB, porque todas essas variações podem ser vendidas em uma posição de preço sem declarar se são × 4 ou × 8, classificação simples ou dupla.

Existe uma crença comum de que o número de classificações do módulo é igual ao número de lados. Como mostram os dados acima, isso não é verdade. Também é possível encontrar módulos de 2 lados / 1 classificação. Pode-se até pensar em um módulo de memória de 1 lado / 2 posições com 16 (18) chips em um único lado × 8 cada, mas é improvável que tal módulo tenha sido produzido.

Características do chip Editar

Especificação de SDRAM de taxa de dados dupla (DDR) Editar

Da cédula JCB-99-70, e modificada por várias outras cédulas da diretoria, formuladas sob o conhecimento do Comitê JC-42.3 sobre Parametrização de DRAM.

Registro de revisão do padrão nº 79:

  • Versão 1, junho de 2000
  • Versão 2, maio de 2002
  • Versão C, março de 2003 - Padrão JEDEC Nº 79C. [18]

"Este padrão abrangente define todos os aspectos necessários de SDRAMs de 64 Mb a 1 Gb DDR com interfaces de dados X4 / X8 / X16, incluindo recursos, funcionalidade, parâmetros ac e dc, pacotes e atribuições de pinos. Este escopo será posteriormente expandido para se aplicar formalmente a dispositivos x32 e dispositivos de densidade mais alta também. "

Edição de Organização

PC3200 é DDR SDRAM projetado para operar a 200 MHz usando chips DDR-400 com largura de banda de 3.200 MB / s. Como a memória PC3200 transfere dados nas bordas de clock de subida e descida, sua taxa de clock efetiva é de 400 MHz.

Módulos PC3200 não ECC de 1 GB são geralmente feitos com 16 chips de 512 Mbit, 8 em cada lado (512 Mbits × 16 chips) / (8 bits (por byte)) = 1.024 MB. Os chips individuais que constituem um módulo de memória de 1 GB são geralmente organizados como 2 26 palavras de 8 bits, comumente expressas como 64M × 8. A memória fabricada dessa forma é RAM de baixa densidade e geralmente é compatível com qualquer placa-mãe que especifique memória DDR-400 PC3200. [19] [ citação necessária ]

O DDR (DDR1) foi substituído pelo DDR2 SDRAM, que teve modificações para maior frequência de clock e novamente dobrou a taxa de transferência, mas opera no mesmo princípio do DDR. Competindo com a DDR2 estava a Rambus XDR DRAM. DDR2 dominou devido a fatores de custo e suporte. A DDR2, por sua vez, foi substituída pela DDR3 SDRAM, que ofereceu melhor desempenho para aumentar a velocidade do barramento e novos recursos. O DDR3 foi substituído pelo DDR4 SDRAM, que foi produzido pela primeira vez em 2011 e cujos padrões ainda estavam em evolução (2012) com mudanças arquitetônicas significativas.

A profundidade do buffer de pré-busca do DDR é 2 (bits), enquanto o DDR2 usa 4. Embora as taxas de clock efetivo do DDR2 sejam maiores do que o DDR, o desempenho geral não era melhor nas implementações iniciais, principalmente devido às altas latências dos primeiros módulos DDR2. O DDR2 começou a ser efetivo no final de 2004, quando os módulos com latências mais baixas se tornaram disponíveis. [20]

Os fabricantes de memória declararam que era impraticável produzir memória DDR1 em massa com taxas de transferência efetivas superiores a 400 MHz (ou seja, 400 MT / se 200 MHz de clock externo) devido às limitações internas de velocidade. O DDR2 inicia de onde o DDR1 parou, utilizando taxas de clock internas semelhantes ao DDR1, mas está disponível em taxas de transferência efetivas de 400 MHz e superiores. Os avanços do DDR3 ampliaram a capacidade de preservar as taxas de clock interno, ao mesmo tempo em que fornecem taxas de transferência efetivas mais altas, dobrando novamente a profundidade de pré-busca.

A SDRAM DDR4 é uma memória de acesso aleatório dinâmica de alta velocidade configurada internamente como 16 bancos, 4 grupos de bancos com 4 bancos para cada grupo de banco para x4 / x8 e 8 bancos, 2 grupos de banco com 4 bancos para cada grupo de banco para DRAM x16 . O SDRAM DDR4 usa um 8n arquitetura de pré-busca para obter operação em alta velocidade. Os 8n A arquitetura de pré-busca é combinada com uma interface projetada para transferir duas palavras de dados por ciclo de clock nos pinos de E / S. Uma única operação de leitura ou gravação para o DDR4 SDRAM consiste em um único 8ntransferência de dados de 4 bits de largura de bits no núcleo DRAM interno e 8 correspondentes nTransferências de dados de meio-relógio de bits de largura nos pinos de E / S. [21]

RDRAM era uma alternativa particularmente cara para DDR SDRAM, e a maioria dos fabricantes abandonou o suporte de seus chipsets. Os preços da memória DDR1 aumentaram substancialmente desde o segundo trimestre de 2008, enquanto os preços da DDR2 caíram. Em janeiro de 2009, 1 GB DDR1 era 2-3 vezes mais caro do que 1 GB DDR2. [ citação necessária ]

Comparação de gerações DDR SDRAM
Nome Liberar
ano
Lasca Ônibus Voltagem
(V)
Alfinetes
Gen Padrão Taxa de relógio
(MHz)
Tempo de ciclo
(ns)
Pré-
buscar
Taxa de relógio
(MHz)
Taxa de transferência
(MT / s)
Largura de banda
(MB / s)
DIMM TÃO-
DIMM
Micro-
DIMM
DDR DDR-200 2000 100 10 2n 100 200 1600 2.5 184 200 172
DDR-266 133 7.5 133 266 2133⅓
DDR-333 166⅔ 6 166⅔ 333 2666⅔
DDR-400 200 5 200 400 3200 2.6
DDR2 DDR2-400 2003 100 10 4n 200 400 3200 1.8 240 200 214
DDR2-533 133⅓ 7.5 266⅔ 533⅓ 4266⅔
DDR2-667 166⅔ 6 333⅓ 666⅔ 5333⅓
DDR2-800 200 5 400 800 6400
DDR2-1066 266⅔ 3.75 533⅓ 1066⅔ 8533⅓
DDR3 DDR3-800 2007 100 10 8n 400 800 6400 1.5/1.35 240 204 214
DDR3-1066 133⅓ 7.5 533⅓ 1066⅔ 8533⅓
DDR3-1333 166⅔ 6 666⅔ 1333⅓ 10666⅔
DDR3-1600 200 5 800 1600 12800
DDR3-1866 233⅓ 4.29 933⅓ 1866⅔ 14933⅓
DDR3-2133 266⅔ 3.75 1066⅔ 2133⅓ 17066⅔
DDR4 DDR4-1600 2014 200 5 8n 800 1600 12800 1.2/1.05 288 260 -
DDR4-1866 233⅓ 4.29 933⅓ 1866⅔ 14933⅓
DDR4-2133 266⅔ 3.75 1066⅔ 2133⅓ 17066⅔
DDR4-2400 300 3⅓ 1200 2400 19200
DDR4-2666 333⅓ 3 1333⅓ 2666⅔ 21333⅓
DDR4-2933 366⅔ 2.73 1466⅔ 2933⅓ 23466⅔
DDR4-3200 400 2.5 1600 3200 25600
DDR5 DDR5-3200 2020 200 5 16n 1600 3200 25600 1.1 288
DDR5-3600 225 4.44 1800 3600 28800
DDR5-4000 250 4 2000 4000 32000
DDR5-4800 300 3⅓ 2400 4800 38400
DDR5-5000 312½ 3.2 2500 5000 40000
DDR5-5120 320 3⅛ 2560 5120 40960
DDR5-5333 333⅓ 3 2666⅔ 5333⅓ 42666⅔
DDR5-5600 350 2.86 2800 5600 44800
DDR5-6400 400 2.5 3200 6400 51200

Edição DDR móvel

MDDR é um acrônimo que algumas empresas usam para Mobile DDR SDRAM, um tipo de memória usada em alguns dispositivos eletrônicos portáteis, como telefones celulares, handhelds e reprodutores de áudio digital. Por meio de técnicas que incluem fornecimento de tensão reduzida e opções de atualização avançadas, o Mobile DDR pode alcançar maior eficiência energética.


Conteúdo

Greene foi nomeado em homenagem a Samuel Greene e lançado em 2 de novembro de 1918 pelo Estaleiro Fore River da Bethlehem Shipbuilding Corporation em Quincy, Massachusetts, patrocinado pela Sra. John Stevens Conover, filha do homônimo e comissionado em 9 de maio de 1919, Comandante R. A. Theobald no comando.

Samuel Dana Greene, Sr. foi oficial da Marinha dos Estados Unidos durante a Guerra Civil Americana, principalmente conhecido por seu serviço a bordo do USS & # 160Monitor durante a Batalha de Hampton Roads.

Divisão de construção naval da Bethlehem Steel Corporation foi criada em 1905 quando a Bethlehem Steel Corporation de Bethlehem, Pensilvânia, adquiriu o estaleiro de San Francisco Union Iron Works. Em 1917 foi incorporado como Bethlehem Shipbuilding Corporation, Limited também conhecido como BethShip.

Estaleiro Fore River era um estaleiro de propriedade da General Dynamics Corporation localizado em Weymouth Fore River em Braintree e Quincy, Massachusetts. Começou a operar em 1883 em Braintree, e mudou-se para sua localização final em Quincy Point em 1901. Em 1913, foi comprado pela Bethlehem Steel, e mais tarde transferido para Bethlehem Shipbuilding Corporation. Foi vendido para a General Dynamics em 1963 e fechado em 1986. Durante sua operação, estaleiros construíram centenas de navios, para clientes militares e civis.

Destroyer (1919-1922)

Greene partiu de Newport, Rhode Island em 5 de junho de 1919 para Brest via Plymouth, Inglaterra, e voltou a Nova York em 27 de julho. Em andamento novamente em 18 de agosto, ela pousou em San Diego, Califórnia, em 22 de dezembro e descomissionou lá em março de 1920. Permanecendo na Força de Destroyer de Reserva até 10 de setembro de 1921, ela partiu de San Diego naquela data para o Puget Sound Navy Yard. Greene retornou logo em seguida a São Francisco, Califórnia, chegando em 2 de dezembro de 1921, e foi desativado lá em 17 de junho de 1922.

Newport é uma cidade litorânea em Aquidneck Island em Newport County, Rhode Island, localizada a aproximadamente 33 milhas (53 e # 160 km) a sudeste de Providence, Rhode Island, 20 milhas (32 e # 160 km) ao sul de Fall River, Massachusetts, 73 milhas (117 e # 160 km) ) ao sul de Boston e 180 milhas (290 e # 160 km) a nordeste da cidade de Nova York. É conhecido como um resort de verão da Nova Inglaterra e é famoso por suas mansões históricas e sua rica história de navegação. Foi o local dos primeiros torneios do US Open de tênis e golfe, bem como de todos os desafios da America's Cup entre 1930 e 1983. É também a casa da Salve Regina University e da Naval Station Newport, que abriga o United States Naval War College, o Naval Undersea Warfare Center e um importante centro de treinamento da Marinha. Foi uma importante cidade portuária do século 18 e também contém um grande número de edifícios da era colonial.

Brest é uma cidade no Finist & # 232re d & # 233partement, na Bretanha. Localizada em uma posição protegida não muito longe da ponta oeste da península e da extremidade oeste da França metropolitana, Brest é um porto importante e o segundo porto militar francês depois de Toulon. A cidade está localizada no extremo oeste da Europa continental. Com 142.722 habitantes em um censo de 2007, Brest está no centro da maior área metropolitana da Bretanha Ocidental, ficando em terceiro lugar atrás apenas de Nantes e Rennes em toda a Bretanha histórica e, além disso, a 19ª cidade mais populosa da França, Brest fornece serviços para esse milhões de habitantes da Bretanha Ocidental. Embora Brest seja de longe a maior cidade de Finist & # 232re, o pr & # 233fecção do departamento é o muito menor Quimper.

Plymouth é uma cidade portuária situada na costa sul de Devon, Inglaterra, a aproximadamente 37 milhas (60 e # 160 km) a sudoeste de Exeter e 190 milhas (310 e # 160 km) a oeste-sudoeste de Londres. Cercando a cidade estão as fozes do rio Plym e do rio Tamar, que são naturalmente incorporados ao Plymouth Sound para formar uma fronteira com a Cornualha.

Concurso de hidroavião (1940-1944)

Recomissionado em 28 de junho de 1940 em San Diego, Greene foi rebocado para São Francisco e foi redesignado AVD-13 6 de abril de 1941 após a conversão. Ela navegou em 27 de abril para o Caribe e conduziu treinamento e administrou hidroaviões ao largo de Porto Rico e Bermudas.

o Caribenho é uma região das Américas que consiste no Mar do Caribe, suas ilhas e as costas circundantes. A região fica a sudeste do Golfo do México e do continente norte-americano, a leste da América Central e ao norte da América do Sul.

UMA hidroavião é uma aeronave de asa fixa motorizada capaz de decolar e pousar (pousar) na água. Os hidroaviões que também podem decolar e pousar em campos de aviação estão em uma subclasse chamada aeronave anfíbia. Os hidroaviões e anfíbios são geralmente divididos em duas categorias com base em suas características tecnológicas: hidroaviões e barcos voadores, os últimos são geralmente muito maiores e podem transportar muito mais. Essas aeronaves às vezes eram chamadas hidroaviões, mas atualmente este termo se aplica a embarcações movidas a motor que usam a técnica de elevação hidrodinâmica para deslizar a superfície da água ao correr em velocidade.

Porto Rico, oficialmente o Comunidade de Porto Rico e ligou brevemente Porto rico, é um território não incorporado dos Estados Unidos localizado no nordeste do Mar do Caribe, a aproximadamente 1.000 milhas (1.600 e # 160 km) a sudeste de Miami, Flórida.

Uma semana depois que os japoneses atacaram Pearl Harbor, Greene navegou para o Brasil. Até o verão de 1942 ela serviu como licitante de hidroaviões em Natal com uma escala no Rio de Janeiro para reparos em fevereiro de 1942. Ela voltou para Charleston, Carolina do Sul em 18 de julho de 1942. Ela escoltou um comboio de Norfolk, Virgínia para Bermudas e operou no Atlântico Sul pelos próximos 6 meses como escolta de comboio, fazendo duas viagens ao Rio de Janeiro.

o Ataque a Pearl Harbor foi um ataque militar surpresa do Serviço Aéreo da Marinha Imperial Japonesa contra a base naval dos Estados Unidos em Pearl Harbor, Território do Havaí, na manhã de domingo, 7 de dezembro de 1941. O ataque, também conhecido como Batalha de Pearl Harbor, levou à entrada formal dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial. A liderança militar japonesa se referiu ao ataque como o Operação Havaí e Operação AI, e como Operação Z durante seu planejamento.

Brasil, oficialmente o República federativa do brasil, é o maior país da América do Sul e da América Latina. At 8.5 million square kilometers and with over 208 million people, Brazil is the world's fifth-largest country by area and the fifth most populous. Its capital is Brasília, and its most populated city is São Paulo. The federation is composed of the union of the 26 states, the Federal District, and the 5,570 municipalities. It is the largest country to have Portuguese as an official language and the only one in the Americas it is also one of the most multicultural and ethnically diverse nations, due to over a century of mass immigration from around the world.

UMA seaplane tender is a boat or ship that supports the operation of seaplanes. Some of these vessels, the seaplane carriers, could not only carry seaplanes but also provided all the facilities needed for their operation these ships are regarded by some as the first aircraft carriers and appeared just before the First World War.

Back at Norfolk 26 February 1943, she steamed from there to NS Argentia, Newfoundland, to operate with Bogue, one of the new escort carriers designed to hunt German submarines in the North Atlantic. Both warships sailed 23 April to escort a convoy to Londonderry Port, Northern Ireland, and made the eastward passage without incident. On the return leg of the voyage, however, one of the first major engagements between carrier-based aircraft and submarines attempting a rendezvous for mass attack occurred 21 May – 22 May, when Bogue ' s planes made six attacks on submarines and sank U-569 in 50-40 N., 35-21 W. Twenty-four Germans were captured. During a second antisubmarine patrol from 31 May to 20 June 1943, Bogue and her escorts, including Greene, sank further submarines: U-317 5 June in 30-18 N., 42-50 W., and U-118 in 30-49 N., 33-49 W. one week later. For these two successful antisubmarine operations Greene received the Presidential Unit Citation. o Bogue group was the first of a series of offensive antisubmarine warfare patrols in response to the U-Boat assault in the Atlantic.

Naval Station Argentia is a former base of the United States Navy that operated from 1941 to 1994. It was established in the community of Argentia in what was then the Dominion of Newfoundland, which later became the tenth Canadian province, Newfoundland and Labrador.

Terra Nova was a British dominion from 1907 to 1949. The dominion, situated in northeastern North America along the Atlantic coast, comprised the island of Newfoundland as well as Labrador on the continental mainland. Before attaining dominion status, Newfoundland was a British colony, self-governing from 1855.

o transportadora de escolta ou escort aircraft carrier, also called a "jeep carrier" or "baby flattop" in the United States Navy (USN) or "Woolworth Carrier" by the Royal Navy, was a small and slow type of aircraft carrier used by the Royal Navy, the United States Navy, the Imperial Japanese Navy and Imperial Japanese Army Air Force in World War II. They were typically half the length and a third the displacement of larger fleet carriers. While they were slower, carried fewer planes and were less well armed and armored, escort carriers were cheaper and could be built quickly, which was their principal advantage. Escort carriers could be completed in greater numbers as a stop-gap when fleet carriers were scarce. However, the lack of protection made escort carriers particularly vulnerable and several were sunk with great loss of life. The light carrier was a similar concept to escort carriers in most respects, but were capable of higher speeds to allow operation alongside fleet carriers.

Subsequently, until the fall of 1943, Greene escorted a fast troop convoy from Norfolk to the United Kingdom and return, and operated off Bermuda. On 5 October she sailed as carrier escort for Essencial na companhia de Belknap e Goldsborough. On 20 October the group sank U-378 in 47-40 N., 28-27 W.

High-speed transport (1944-1945)

Greene returned to Charleston 19 January 1944 for conversion to high speed transport, and was designated APD-36 on 1 February 1944. After intensive training, she stood out 12 April for Oran, Algeria, to take part in Operation Dragoon, the invasion of Southern France. On 14 August, when she left the staging area at Propriano, Corsica, and landed American and Canadian troops on the Levant and Port Cros Islands off the coast of France between Toulon and Cannes. Greene ' s troops were assigned to the mission of seizing the strategic islands and silencing long range coastal batteries thought to be emplaced there. That day, the islands were secured - many of the German "guns" turned out to be stove pipes - and the stage was set for 15 August assault on the mainland.

With her tasks accomplished, Greene served on escort duty in the Mediterranean until departing Oran 6 December 1944 for Norfolk, where she put in 21 December. Underway once more 29 January 1945, the warship steamed via Panama to reach Ulithi 31 March and commenced escort duties. During April she escorted four carriers to Okinawa while the battle for that island was underway. She returned to Guam to meet another Okinawan convoy, and stood antisubmarine picket line duty off Okinawa. Until the fall of 1945, Greene continued escort duties between Okinawa, Saipan, and the Philippines. After the war's end, she evacuated ex-prisoners of war from Nagasaki after that port had been razed by the second atomic bomb dropped on Japan, and moored at Okinawa 24 September.

Greene ' s long career came to an end during Typhoon Louise on 9 October 1945 at Okinawa. Winds in excess of 100 knots drove her aground on the northwest coast of Kudaka, damaging her beyond economic repair. All useful material from the ship was salvaged. She decommissioned 23 November 1945. Greene was struck from the Navy List 5 December 1945. Her wreck was destroyed with explosives on 11 February 1946.


Mục lục

Greene được đặt lườn vào ngày 3 tháng 6 năm 1918 tại xưởng tàu Squantum Victory Yard của hãng Bethlehem Shipbuilding Corporation ở Squantum, Massachusetts. Nó được hạ thủy vào ngày 2 tháng 11 năm 1918, được đỡ đầu bởi bà John Stevens Conover, con gái Trung tá Greene và được đưa ra hoạt động vào ngày 9 tháng 5 năm 1919 dưới quyền chỉ huy của Hạm trưởng, Trung tá Hải quân R. A. Theobald.

Giữa hai cuộc thế chiến Sửa đổi

Greene khởi hành từ Newport, Rhode Island vào ngày 5 tháng 6 năm 1919 để đi Brest, Pháp ngang qua Plymouth, Anh, và quay trở về New York vào ngày 27 tháng 7. Lại lên đường vào ngày 18 tháng 8, nó đi đến San Diego, California vào ngày 22 tháng 12, và được đưa về lực lượng dự bị tại đây vào tháng 3 năm 1920. Nó tiếp tục ở lại Lực lượng Khu trục Dự bị cho đến ngày 10 tháng 9 năm 1921, khi nó khởi hành từ San Diego để đi đến Xưởng hải quân Puget Sound rồi quay trở lại San Francisco, California không lâu sau đó, đến nơi vào ngày 2 tháng 12 năm 1921. Greene được cho xuất biên chế tại đây vào ngày 17 tháng 6 năm 1922

Thế Chiến II Sửa đổi

Được cho nhập biên chế trở lại vào ngày 28 tháng 6 năm 1940 tại San Diego, Greene được kéo đến San Francisco và được xếp lại lớp như một tàu tiếp liệu thủy phi cơ với ký hiệu lườn mới AVD-13 vào ngày 6 tháng 4 năm 1941 sau khi được cải biến. Nó khởi hành vào ngày 27 tháng 4 để đi sang vùng biển Carbe, hoạt động huấn luyện và tiếp liệu cho thủy phi cơ ngoài khơi Puerto Rico và Bermuda. Một tuần sau khi Đế quốc Nhật Bản tấn công Trân Châu Cảng, nó lên đường đi Brazil. Cho đến mùa Hè năm 1942, nó phục vụ tiếp liệu thủy phi cơ tại Natal và đã từng ghé qua Rio de Janeiro để sửa chữa vào tháng 2 năm 1942. Nó quay trở về Charleston, South Carolina vào ngày 18 tháng 7 năm 1942, rồi hộ tống một đoàn tàu vận tải đi từ Norfolk, Virginia đến Bermuda, và hoạt động tại khu vực Nam Đại Tây Dương trong sáu tháng tiếp theo trong vai trò hộ tống vận tải, từng thực hiện hai chuyến đi đến Rio de Janeiro.

Quay trở lại Norfolk vào ngày 26 tháng 2 năm 1943, Greene khởi hành từ đây để đi Argentia, Newfoundland và hoạt động cùng Bogue, một trong những tàu sân bay hộ tống mới được thiết kế để săn đuổi tàu ngầm Đức tại Bắc Đại Tây Dương. Chúng lên đường vào ngày 23 tháng 4 để hộ tống một đoàn tàu vận tải đi Londonderry Port, Bắc Ireland, và đã thực hiện hành trình về phía Đông mà không gặp sự cố gì. Tuy nhiên, trong chặng quay trở về đã diễn ra một trong những trận chiến chính giữa máy bay từ tàu sân bay hộ tống và tàu ngầm đối phương đang dự định tập trung để tấn công hàng loạt. Trong các ngày 21-22 tháng 5, máy bay của Bogue đã thực hiện sáu đợt tấn công, đánh chìm tàu ngầm U-boat Đức Quốc xã U-569 ở tọa độ 50°40′B 35°21′T  /  50,667°B 35,35°T  / 50.667 -35.350 24 thủy thủ Đức đã bị bắt làm tù binh.

Trong chuyến tuần tra chống tàu ngầm thứ hai từ ngày 31 tháng 5 đến ngày 20 tháng 6 năm 1943, Bogue và các tàu tháp tùng, trong đó có Greene, đã đánh chìm được thêm tàu ngầm U-317 vào ngày 5 tháng 6 ở tọa độ 30°18′B 42°50′T  /  30,3°B 42,833°T  / 30.300 -42.833 , rồi U-118 ở tọa độ 30°49′B 33°49′T  /  30,817°B 33,817°T  / 30.817 -33.817 một tuần sau đó. Do thành tích trong hai chiến dịch chống tàu ngầm thành công, Greene được tặng thưởng danh hiệu Đơn vị Tuyên dương Tổng thống. Đội của Bogue laà lần đầu tiên trong một loạt các cuộc tuần tra tấn công chống tàu ngầm nhằm đối phó các hoạt động U-boat đối phương tại Đại Tây Dương. Sau đó cho đến mùa Thu năm 1943, Greene hộ tống các đoàn tàu vận tải chuyển quân nhanh từ Norfolk sang Anh Quốc và quay về, và hoạt động ngoài khơi Bermuda. Vào ngày 5 tháng 10, nó lên đường trong thành phần hô tống cho Essencial cùng với BelknapGoldsborough. Vào ngày 20 tháng 10, đội này đã đánh chìm tàu ngầm U-378 ở tọa độ 47°40′B 28°27′T  /  47,667°B 28,45°T  / 47.667 -28.450 .

Greene quay trở về Charleston vào ngày 19 tháng 1 năm 1944 để được cải biến thành một tàu vận chuyển cao tốc, và được xếp lại lớp với ký hiệu lườn mới APD-36 vào ngày 1 tháng 2 năm 1944. Sau các hoạt độnghuấn luyện đổ bộ khẩn trương, nó lên đường vào ngày 12 tháng 4 để đi Oran, Algérie nhằm tham gia vào chiến dịch Dragoon, cuộc đổ bộ lên miền Nam nước Pháp. Vào ngày 14 tháng 8, nó rời khu vực tập trung tại Propriano, Corsica, và cho đổ bộ binh lính Hoa Kỳ và Canada lên các đảo Levant và Port Cros ngoài khơi bờ biển Pháp giữa Toulon và Cannes. Binh lính đổ bộ được giao nhiệm vụ chiếm các hòn đảo chiến lược và vô hiệu hóa các khẩu đội pháo duyên hải tầm xa được cho là đã bố trí tại đây. Ngày hôm đó, các hòn đảo được bình định, nhiều "khẩu pháo" Đức hóa ra chỉ là những ống khói lò và cuộc đổ bộ chính diễn ra theo kế hoạch vào ngày 15 tháng 8.

Sau khi hoàn tất nhiệm vụ trên, Greene làm nhiệm vụ hộ tống tại Địa Trung Hải cho đến khi nó rời Oran vào ngày 6 tháng 12 năm 1944 để đi Norfolk, đến nơi vào ngày 21 tháng 12. Lại lên đường vào ngày 29 tháng 1 năm 1945, nó băng qua kênh đào Panama và đi đến Ulithi vào ngày 31 tháng 3 để làm nhiệm vụ hộ tống vận tải. Trong tháng 4, nó hộ tống bốn tàu sân bay đi đến Okinawa đang khi diễn ra trận chiến nhằm chiếm hòn đảo này. Nó quay trở về Guam để gặp gỡ một đoàn tàu khác hướng đến Okinawa, rồi hoạt động như cột mốc chống tàu ngầm ngoài khơi Okinawa. Cho đến mùa Thu năm 1945, nó tiếp tục làm nhiệm vụ hộ tống giữa Okinawa, Saipan và Philippines. Sau khi chiến tranh kết thúc, nó giúp triệt thoái các cựu tù binh chiến tranh Đồng Minh khỏi Nagasaki sau khi cảng này chịu đựng quả bom nguyên tử thứ hai ném xuống Nhật Bản, rồi neo đậu tại Okinawa vào ngày 24 tháng 9.

Greene gặp phải cơn bão Louise vào ngày 9 tháng 10 năm 1945. Sức gió của bão lên đến 100 hải lý trên giờ (190 km/h) đã đẩy nó mắc cạn lên bờ biển Tây Bắc của Kutaka, khiến nó bị hư hại đến mức không thể sửa chữa. Mọi vật liệu hữu ích được tháo dỡ khỏi con tàu, và nó được cho ngừng hoạt động vào ngày 23 tháng 11 năm 1945. Tên nó được cho rút khỏi danh sách Đăng bạ Hải quân vào ngày 5 tháng 12 năm 1945.

Ngoài danh hiệu Đơn vị Tuyên dương Tổng thống, Greene còn được tặng thưởng ba Ngôi sao Chiến trận do thành tích phục vụ trong Chiến tranh Thế giới thứ hai.


Greene DD- 266 - History

Eugene A. Greene, born 21 November 1921 in Smithtown, L.I., N.Y., enlisted in the Naval Reserve 13 January 1941, and after aviation training, was commissioned ensign 30 August 1941. Serving in Bombing Squadron 6 in Enterprise (CV-6), he was killed in action 4 June 1942 in the Battle of Midway. He distinguished himself in breaking through heavy Japanese fighter and antiaircraft opposition to dive bomb a Japanese carrier, and was posthumously awarded the Navy Cross for his selfless heroism.

The name Eugene A. Greene was assigned to DE-649 on 28 October 1943, canceled on 10 June 1944, and reassigned to DD-711 on 10 July 1944.

(DD-711: dp. 2,426, 1. 390'6" b. 41'1", dr. 18'6"
s. 35 k. epl. 336 a. 6 6", 10 21" tt., 6 dep., 2 act.,
cl. Engrenagem)

Eugene A. Greene (DD-711) was launched 18 March 1946 by Federal Shipbuilding and Drydock Co., Kearny, N.J. sponsored by Mrs. Anita M. Greene, widow of Ensign Greene and commissioned 8 June 1946, Commander W. V. Pratt, III, in command.

Eugene A. Greene operated along the east coast and in the Caribbean on shakedown training, acting as plane guard during the qualification of pilots in carrier operations, and training men for the crews of new destroyers. From her home port in Norfolk, she sailed to Guantanamo Bay for training early in 1947, and on 13 February sailed in a task group bound for Montevideo, Uruguay, to participate in the festivities accompanying the inauguration of Uruguay's president. The group also paid a good will visit to Rio de Janeiro before returning to Norfolk 31 March.

On 10 November 1947 Eugene A. Greene sailed on the first of 9 Mediterranean cruises made over the next 13 years. During those years, she and her sisters of the U.S. 6th Fleet have guarded the interests of peace and order in that sea which was the cradle of democratic government. Voyages to northern Europe and the Aretic varied the routine of overseas deployment for Eugene A. Greene.

Except for the period 1 April 1962 to 1 December 1952 when she was out of commission being converted to a radar picket destroyer, Eugene A. Greene, like nearly all other destroyers, has had little time for relaxation. When not on distant duty, she has sailed east coast and Caribbean waters constantly, schooling reservists, serving as plane guard in carrier operations, exercising with large task groups, and standing watch against any air or seaborne threat to the security of the free world.


衣阿华级战列舰

1938年初,美国海军确定南达科他级战舰后续的4.5万吨级新型高速战列舰的设计方案——愛荷華级战列舰,最初的工作是在 THOMAS HART少將 ( 英语 : Thomas C. Hart ) 带领下进行的,最初计划装12门Mk 6 16英吋/45倍径或9门Mk 1 18英吋(457毫米)艦炮;但在1938年3月31日会谈决定了该舰还要更强的装甲和更强的主机以达到南达科他级的27节速度后,18英吋艦炮方案被废弃。 [2] 该项研究最终转成了蒙大拿级。另一方案是由 海軍整備局(Bureau of Construction and Repair) ( 英语 : Bureau of Construction and Repair ) 设计 [3] ,在 A.J. Chantry上校带领下进行的,提出了装12门16英吋艦炮或20门12英吋艦炮的“巡洋舰杀手”方案,能通过巴拿马运河,达到35节航速和15节下20,000海里航程的要求,最终确定排水量为50,940长吨(51,760吨),但是Chantry发现该方案的装甲只能承受203毫米口徑的炮弹攻擊。 [4] 最终提交出A、B、C三種改进方案,它们都加强了装甲并把副炮换成150毫米艦炮。"A" 方案最大,为59,060长吨(60,010 t),只有它还保留了4座炮塔装12门16英吋艦炮的特征。它的总功率达到277,000马力(shp)因而航速达到32.5节(60.2 km/h 37.4 mph)。"B"方案为最小的52,707长吨(53,553 t);用225,000马力就能达到32.5节,有9门16吋艦炮。 "C"方案则增大了75,000马力来达到35节的初始要求。增加主机和增长装甲带(156米,而B方案是151米),使它达到55,771长吨(56,666 t)。 [5] 1938年5月国会通过 第二次文森法案 ( 英语 : Naval Act of 1938 ) ,要求“将美国海军实力扩充两成”。它更新了34年的文森-特拉梅尔法案和36年的海军法案,为愛荷華级建造提供了资金。 [6] 战列舰设计总委员会要求新战列舰不应用南达科他级的Mk 6型 16英吋/45倍径艦炮,而应用上1920年代取消的列克星敦级战巡和南达科他级战列舰留下的Mk 2型 16英吋/50倍径艦炮 [7] 这时该舰已经超过了45,000吨的限制,达到了46,551长吨(47,298 t)当设计进入6月的最后阶段时,当海軍整備局正在实现原先的炮塔座设计时,而 軍械局 ( 英语 : Bureau of Ordnance ) 却提出了一个更大的炮塔座方案,它实际上不可能在现有的排水量下上舰。总委员会的一名成员惊讶地问軍械局“是否还有常识”幸而軍械局完成了重量更小的Mk 7型16英寸/50倍徑艦砲设计从而使得炮塔座维持原尺寸。 [8] [9]

動力 编辑

该级战列舰在保持南达科他级防护水平的基础上重点提高航速,搭载更大功率的动力装置。 巴布柯克 & 威爾科斯公司 ( 英语 : Babcock & Wilcox ) 的M型鍋爐可提供每平方英吋600磅的壓力(4,137 kPa 42 kgf/cm²)、過熱器提供最高溫度華氏875度(攝氏468度),愛荷華級的高壓鍋爐輸出的動力效益與穩定度是二戰戰艦中之首,在平常狀態僅需4具鍋爐便可達到27節航速,全功率下航速高达33节,是历史上主机功率最大、航速最高的战列舰。

船體 编辑

武備 编辑

武裝方面,安装3座三联装主炮塔,舰桥前呈背负式安装两座,煙囪后安装一座。采用Mk 7型16吋/50倍径艦炮,发射的穿甲弹为Mk 8型,在14.5海里的距离上可穿透570毫米的垂直装甲。该炮射速为2发/分,高于当时大多数战列舰主炮 [11] [12] 。副炮为10座雙联装Mk 12 5英寸/38倍径艦砲高平兩用炮,配备无线电近炸引信,对空射程6海里,由Mk.37 艦砲射控系統 (Mark 37 Fire Control System)指揮射擊。此外装备大量盟军制式的博福斯40毫米高射砲和厄利孔20毫米机炮。

1980年代的改造中 [13] ,4艘同型艦 装备上SPG-55F型127毫米炮瞄准雷达 [來源請求] [ 除中國大陸網路內容報導外,其他網路查無此型號相關報導,請其他編者幫助查證。查证请求 ] 、8座4联裝“戰斧”巡航導彈發射器、SLQ-32型电子战系统、衛星通信系統、4座四联装“鱼叉”反舰导弹发射器、4座方陣快砲等新武器配備與飛彈射控系統裝備。至於舊有武裝,3座三联裝Mk 7型16吋/50倍径艦炮全數保留,拆除4座雙联裝 Mk 12 5英吋高平兩用炮,移除全部博福斯40毫米高射砲和厄利孔20毫米机炮和移除防空射擊射控設備(Mk-37 防空射控系統4套)。 [1] 原來的水上飛機起重機及停放支架被拆除,換裝上无人驾驶飞机弹射器以装备5架以色列生产的“先锋”型无人驾驶飞机;新增直升机起降平台,可停放4架直升机。


Greene DD- 266 - History

Place mouse on the picture to pause, click picture for more information.

Check our Calendar

For all scheduled events, please visit our Website Calendar as it will have the most current information. It will also list some events sponsored by other historical societies within Highland County.

Let us Host your Meeting

Consider having your meeting or class reunion at the Grain and Hay building. Contact us for details and costs.

Photo Scrapbook

The Society has a wealth of photos depicting life in Greenfield and we share a few in our virtual scrapbook. This collection will change periodically and we hope you will take the time to comment on any of the photos if you know something about it or perhaps you can identify any of the people who may be shown. Thanks and enjoy the photos.

Check out these photos of mothers and family.

Here's an interesting look at various homes and businesses in Greenfield - how they looked in the past, and a more current look. View this Then and Now look at the changing landscape of Greenfield.

Check out this whole new meaning to "mobile homes" - Mobile Houses

"Truck" Dynasty

Perhaps not exactly as popular as the TV show "Duck" Dynasty, but our community has an interesting group of volunteers who revived the 1939 Ahrens-Fox fire apparatus that once served the community. It has been stored for a number of years and finally got some attention to get it runing again. It's first major display on the road was at the 2017 Memorial Day Parade!


Learn More. --> McClain High School, A Century of Tradition - is AVAILABLE for purchase!

Impact on the Community

Read about the activities and impact the Greenfield Historical Society has had on the community during 2104. [ Impact Summary 2014 ]

Home of the ONLY African-American Automobile Manufacturer in America!

The Historical Society of Greenfield Ohio , formed in 1949, is non-profit and exists to further historical preservation and education in Greenfield, Ohio, and the surrounding area. To this end it shall own and maintain all Greenfield Historical Society s properties for collecting, preserving and interpreting archival materials and artifacts indigenous to the Greenfield area encourage historical research sponsor programs, displays and special events be concerned with the preservation of historical buildings and cooperate with other organizations interested in historic preservation.

Officers and Board of Trustees

Wendy Royse, President
Susan Thompson, Vice President
Sharon Greene, Secretary
Judy Schmidt, Treasurer
Stuart McNeil, Assistant Treasurer

Board of Trustees

Jay Hardy
Doug Karnes
Stuart McNeil
Jeff Payton
Wendy Royse
Harold Schmidt
Patsy Smith
Susan Thompson
Steve Winegar

The Board of Trustees normally meets the first Thursday of each month at Travellers Rest (see Calendar for times). The meeting is open to the public.

Travellers Rest is open on Thursdays from 1:00 p.m. to 4:00 p.m. or by appointment. During the months of December, January, and February , Travellers Rest will NÃO be open Thursday afternoons, unless special arrangements are made. Normal Thursday hours will resume beginning in March. In addition, we will not be open on Thanksgiving.

All activities thru March 31, 2021 have been cancelled. This includes no building rentals.
Our web page calendar and FaceBook page will have information as to when we plan to reopen as will the newspapers.

Contate-Nos
By Phone: 937 981 7890, leave a message and we will get back to you.
By email: [email protected]

The pictures on the Greenfield Historical Society website cannot be used without permission.


Greene DD- 266 - History

When you visit any web site, it may store or retrieve information on your browser, mostly in the form of cookies. This information might be about you, your preferences or your device and is mostly used to make the site work as you expect it to. The information does not usually directly identify you, but it can give you a more personalised web experience. Because we respect your right to privacy, you can choose not to allow some types of cookies. Click on the different category headings to find out more and change our default settings. However, blocking some types of cookies may impact your experience of the site and the services we are able to offer.

Necessary Cookies

These cookies are necessary for the website to function and cannot be switched off in our systems. They are usually only set in response to actions made by you which amount to a request for services, such as setting your privacy preferences, logging in or filling in forms. You can set your browser to block or alert you about these cookies, but some parts of the site will not then work.

Traffic & Performance

These cookies allow us to count visits and traffic sources so we can measure and improve the performance of our site. They help us to know which pages are the most and least popular and see how visitors move around the site. All information these cookies collect is aggregated and therefore anonymous. If you do not allow these cookies we will not know when you have visited our site, and will not be able to monitor its performance.

Marketing & Advertising

These cookies may be set through our site by our advertising partners. They may be used by those companies to build a profile of your interests and show you relevant adverts on other sites. They do not store directly personal information, but are based on uniquely identifying your browser and internet device. If you do not allow these cookies, you will experience less targeted advertising. Also, by disabling these cookies you will also disable banner ads served by Google Adsense on this website..

Privacy Policy

For more information about these items, view our complete privacy policy.


Assista o vídeo: LA REINA DE LAS GOLONDRINAS. pelicula completa en español. dibujos animados. cuentos infantiles (Pode 2022).


Comentários:

  1. Osbart

    Que palavras ... super, uma excelente frase

  2. Mongwau

    É simplesmente incrível :)

  3. Luis

    Você está absolutamente certo. Neste algo é bom pensar, concorda com você.

  4. Brar

    Na minha opinião, você está errado. Posso defender minha posição. Envie-me um e-mail para PM, vamos discutir.

  5. Izaak

    Este é o assunto simplesmente incomparável :)



Escreve uma mensagem